Alunas de cursos técnicos do IFRR participam de evento da Google em Belo Horizonte (MG)

por Virginia publicado 04/11/2019 11h17, última modificação 04/11/2019 11h17
Participaram do evento cerca de cem meninas do Brasil inteiro, estudantes (de escolas públicas e particulares) que foram destaque no último Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

No período de 31 de outubro a 1.º de novembro, no escritório da Google, em Belo Horizonte (MG), alunas do Campus Boa Vista do Instituto Federal de Roraima (CBV/IFRR) participaram do 1.º Encontro Nacional Mind the Gap Brasil 2019, organizado pela Google no Brasil. São elas: Hágata Karoline Farias da Silva, do 2.º ano de Eletrônica; Júlia Agnês de Souza Amorim, do 2.º ano de Informática; Karoline Viriato Raposo, do 2.º ano de Secretariado; e Maria Cibele Pereira dos Santos, do 2.º ano de Edificações. Estavam acompanhadas da servidora Ellen Adalgisa Feitosa Barbosa.

O objetivo do evento foi reunir estudantes do ensino médio com interesse de seguir carreira na área tecnológica, especialmente em Engenharia. De acordo com os organizadores, a diversidade é essencial para gerar inovações inclusivas e com impactos positivos para toda a sociedade.

Sabe-se que o mercado na área de exatas é ocupado predominantemente por homens. Dados do Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea) informam que as engenheiras correspondem a apenas 14,3% dos profissionais da área, ou seja, do total de 1,4 milhões, 204 mil são mulheres.

As estudantes indicadas para participar do evento deveriam representar a maior diversidade possível, com representatividade de algum grupo minoritário, como estudantes, negras, indígenas, populações de baixa renda, LGBT, entre outras minorias. Durante o evento, as representantes do CBV participaram de palestras, discussões sobre carreiras em tecnologia, oficinas e atividades práticas.

“Foi muito gratificante ter representado o Estado de Roraima no Mind the Gap. Ter essa oportunidade nos engrandeceu bastante. As mulheres estão na tecnologia antes mesmo de a tecnologia ser o que é hoje, mas, ainda assim, mais de 80% da área é ocupada predominantemente por homens. Em nossa imersão no evento promovido pela Google e na visita à UFMG, criamos um jogo e participamos de oficinas de temas variados sobre computação. Tudo foi incrível! Mudou nossas vidas e o nosso olhar sobre o mundo da tecnologia”, disse Hágata Farias.

Participaram do evento cerca de cem meninas do Brasil inteiro, estudantes (de escolas públicas e particulares) que foram destaque no último Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). E o IFRR, é claro, não poderia ficar de fora!


Virginia Albuquerque
CCS/Campus Boa Vista
4/11/19