EDUCAÇÃO FÍSICA – Acadêmicos apresentam resultados de pesquisas e comprovam que a disciplina pode ser trabalhada de forma integrada

por Virginia publicado 08/12/2016 13h45, última modificação 09/12/2016 09h34
O XI Congresso Norte-Nordeste de Pesquisa e Inovação Tecnológica (Connepi) tem se revelado como um espaço rico para a ampliação dos conhecimentos, troca de experiências e, sobretudo, como um meio de socializar os resultados de práticas inovadoras que resultam no alcance de alternativas para os vários problemas educacionais e sociais

O XI Congresso Norte-Nordeste de Pesquisa e Inovação Tecnológica (Connepi) tem se revelado com um espaço rico para a ampliação dos conhecimentos, troca de experiências e, sobretudo, como meio de socializar os resultados de práticas inovadoras que resultam no alcance de alternativas para os vários problemas educacionais e sociais.

Prova disso, são as pesquisas desenvolvidas pelos acadêmicos do curso superior de Licenciatura em Educação Física do Campus Boa Vista Centro (CBVC) que procuram comprovar a possibilidade da integração da disciplina às demais áreas do conhecimento como forma de potencializar a aprendizagem de seus conteúdos, beneficiando os alunos por eles atendidos. As pesquisas foram apresentadas, em sua grande maioria, em forma de pôsteres e comunicações orais.

Sexualidade – O trabalho "Expressar: aprendendo valores fundamentais sobre a sexualidade na Educação Física", apresentado pelos acadêmicos Yunã Lurie Araújo Passos e Gustavo Henrique Souza do Nascimento, e orientado pela professora Liliane Roth, foi desenvolvido por meio do Programa de Bolsas de Ações de Extensão do IFRR (Pbaex), em forma de Projeto de Intervenção, com vistas a identificar de que maneira as aulas de Educação Física podem contribuir para o aprendizado do aluno em relação aos valores fundamentais sobre sexualidade.

“A sexualidade é um tema que deve ser trabalhado de forma integrada, como tema transversal, principalmente na adolescência. Nesse sentido, escolhemos desenvolver a pesquisa em uma escola da periferia de Boa Vista, por ser uma comunidade mais carente de orientação sexual, e envolvemos um total de 280 alunos, que tiveram acesso a informações variadas organizadas nos módulos Conhecendo o Próprio Corpo, Primeira Relação Sexual, Gravidez na Adolescência, Homossexualidade e Homofobia na Escola e A Importância dos Métodos Contraceptivos”, explicou Yunã.

O projeto de intervenção foi desenvolvido durante seis meses, duas vezes por semana, por meio de várias dinâmicas, como rodas de conversa, atividades recreativas, exibição de filmes, palestras e dramatizações. “Consideramos que a intervenção na escola foi de extrema relevância, pois contribuímos para a ampliação do conhecimento sobre o tema da sexualidade e para a formação de valores”, disse a estudante.

Desenvolvimento Humano – "A Importância das Aulas de Educação Física no Ensino Médio para o Desenvolvimento Humano: percepções dos jovens alunos em Boa Vista-Roraima" foi o projeto que procurou avaliar o trabalho de pesquisa do acadêmico do 5° módulo do curso de Educação Física Celson Morais, orientado pela professora Adeline Farias e realizado por meio do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (Pibict).

O estudo foi realizado com 69 alunos do 1.° ao 3° ano do ensino médio de uma escola estadual. “O objetivo principal dessa pesquisa foi investigar se o aluno da rede estadual de ensino reconhece a importância das aulas de Educação Física para o seu desenvolvimento de forma integral – físico-emocional-social – com vistas não só ao bem-estar físico, à saúde do corpo, mas também à sua formação como cidadão, por meio de uma postura crítica e reflexiva”, explicou Celson.

A pesquisa visou ainda identificar se a disciplina, como componente curricular, está sendo trabalhada de acordo com os Parâmetros Curriculares Nacionais para o Ensino Médio (PCNEM). “Os Parâmetros Curriculares Nacionais para o Ensino Médio preveem que as aulas de educação física promovam o desenvolvimento integral do aluno, levando-se em consideração vários aspectos como os fatores de limitações e potencialidades sociais, emocionais, físicas”, resumiu o aluno-pesquisador.

De acordo com Celson, os resultados indicam que os alunos percebem a importância da aulas de Educação Física, e, nesse sentido, a pesquisa servirá cada vez mais para reafirmar o papel da disciplina, que pode ser trabalhada de forma integrada às demais áreas do conhecimento e deixar de ser vista apenas como a simples prática de atividade física, um jogo ou recreação, o que desmistificará essa visão tecnicista da disciplina.

Durante a mostra de pôster do XI Connepi, Celson também apresentou os resultados de outra importante pesquisa intitulada “Desafios para o futuro da juventude: levantamento dos egressos formados no curso de Licenciatura em Educação Física do Campus Boa Vista Centro –IFRR".

Diante da intensa participação de Celson no evento, o estudante concluiu que a comunicação das pesquisas desenvolvidas no âmbito do IFRR é relevante para a promoção do saber e a troca de experiências.

 

Virginia Albuquerque
CCS/Campus Boa Vista Centro na cobertura do Connepi 2016.
8/12/2016