Primeira edição do Encontro Pedagógico de 2019 aborda “Permanência e êxito dos estudantes”

por Virginia publicado 07/02/2019 11h40, última modificação 07/02/2019 11h40
O objetivo é avaliar as estratégias e as ações administrativas e pedagógicas adotadas até 2018, para o enfrentamento de casos com potencial para evasão e retenção.

Ocorre, até 8 de fevereiro, no Campus Boa Vista Centro (CBV), uma extensa programação referente à primeira edição do Encontro Pedagógico de 2019, na qual está sendo debatido o tema “Permanência e êxito de estudantes do Campus Boa Vista”. O objetivo é avaliar as estratégias e as ações administrativas e pedagógicas adotadas até 2018 para o enfrentamento de casos com potencial para evasão e retenção, de modo que, a partir das discussões suscitadas no evento, possa ser elaborado o Plano de Ação de Permanência e Êxito do CBV (Pape/CBV) para o quadriênio 2019-2022.

Os debates tiveram início com a palestra “Permanência e êxito: desafios trilhados pelo IFMS”, ministrada pelo professor doutor Delmir da Costa Felipe, pró-reitor de Ensino do Instituto Federal do Mato Grosso do Sul (IFMS). Em sua apresentação, o palestrante destacou a importância da participação de todos os servidores (docentes, técnicos, efetivos, substitutos ou terceirizados) para o sucesso do plano. “É de extrema importância o alinhamento dos objetivos com os servidores de diferentes setores da instituição. Cada servidor que trabalha na instituição precisa conhecer o Planejamento Estratégico de Permanência e Êxito e perceber, nas suas atribuições diárias, quais as contribuições que pode oferecer para o sucesso do programa”, destacou Felipe, além de ressaltar o planejamento como “um guia de reflexão sobre a ação por proporcionar aos sujeitos envolvidos no processo educacional uma atitude de análise e crítica de cada uma das ações implantadas por meio de um monitoramento constante das ações já realizadas”.

O pesquisador institucional do IFRR, Romero Gomes da Silva, apresentou os indicadores de evasão e retenção do instituto, obtidos na Plataforma Nilo Peçanha. O servidor demonstrou de que maneira informações disponíveis na plataforma contribuem para o estabelecimento de relações entre os índices de eficiência e o alcance de metas de permanência e êxito dos estudantes.

A partir das reflexões proporcionadas pelos debates conduzidos pelos palestrantes, foram criados vários grupos de trabalho (GTs), cujas temáticas relacionam-se com fatores de evasão e retenção, conforme o diagnóstico realizado em 2016. “Nosso objetivo com os grupos de trabalho foi, além do debate sobre a relação do tema com a permanência e êxito dos alunos, avaliarmos as ações já efetivadas pelo campus e coletarmos sugestões de novas estratégias focadas na permanência e no êxito dos estudantes, para a continuação do trabalho pedagógico e, consequentemente, para a sistematização do plano de ação do campus”, explicou a professora Raimunda Rodrigues, diretora do Departamento de Apoio Pedagógico e Desenvolvimento Curricular (Dape).

Durante a socialização dos GTs, fatores como dificuldade de adaptação dos estudantes à forma de organização do currículo, aos conteúdos de áreas técnicas, às metodologias adotadas pelos docentes, entre outros, foram apontados pelos participantes como necessários à ampliação de estratégias de acompanhamento pedagógico, por incidirem em evasão ou retenção dos estudantes em todos os níveis e modalidades de ensino ofertados pelo campus.

A professora Raimunda explicou que as discussões terão continuação nas reuniões pedagógicas por curso. Nestas, os professores, com base nas sugestões dos GTs, definirão as estratégias usadas para o acompanhamento pedagógico visando à permanência e ao êxito de seus alunos. Além disso, “a formação continuada, neste semestre letivo, focará a temática do encontro pedagógico, ou seja, realizaremos novos encontros dos GTs com o objetivo de ampliar os estudos sobre os temas, discutir possibilidades de estratégias, entre outras informações imprescindíveis para a construção do Plano de Ação de Permanência e Êxito do CBV”, concluiu a professora.  

Volta às aulas – Nesta quarta-feira, 6, tiveram início as aulas dos cursos técnicos integrados e subsequentes ao ensino médio e também dos cursos superiores para os alunos que ingressam a partir do 2.º módulo. Na segunda-feira, 11, serão retomadas as aulas dos alunos que iniciarão o 1.º módulo de cada curso.

Uma extensa programação de acolhida dos alunos foi organizada pela Diretoria de Ensino (Diren), em conjunto com o Dape e o Grêmio Estudantil.

 

Virginia Albuquerque
CCS/Campus Boa Vista
7/2/2018