Campus Boa Vista é parceiro em evento alusivo ao Dia Internacional contra a Homofobia

por Virginia publicado 23/05/2022 17h33, última modificação 23/05/2022 17h33
A Ação Social, Educativa e de Saúde: alusão ao Dia Internacional contra a Homofobia, ocorreu nos dias 17 e 20 de maio, em Pacaraima e Boa Vista, respectivamente.

O Campus Boa Vista do Instituto Federal de Roraima (CBV/IFRR), por meio da Diretoria de Extensão (Direx), de estudantes e egressos dos cursos Técnico em Enfermagem, Licenciatura em Letras/Espanhol e Literatura Hispânica e Licenciatura em Educação Física, foi parceiro na realização do evento Ação Social, Educativa e de Saúde: alusão ao Dia Internacional contra a Homofobia, ocorrido nos dias 17 e 20 de maio, em Pacaraima e Boa Vista, respectivamente. Nos dois dias de ação social, foram atendidas 340 pessoas.

Segundo a diretora de Extensão do CBV, professora Marilda Vinhote Bentes, o IFRR implementa políticas sociais de acolhimento, independentemente do sexo, do gênero, da idade, da nacionalidade. Enfim, desenvolve suas ações primando pela responsabilidade social e pela cultura do não preconceito e da não discriminação.

“Tal ação foi estruturada com vistas ao cumprimento da responsabilidade social por meio de práticas que beneficiam a sociedade. O evento foi ‘costurado por várias mãos’, pois as instituições se articularam em prol de disseminar a luta contra a homofobia. Sabemos que ainda há muitos desafios, porém precisamos contribuir para garantia dos direitos da população LGBTQIA+, já que todos devem ser respeitados e ter as mesmas condições de acesso aos serviços. Nessa perspectiva, o CBV respeita a diversidade humana. Fazemos parte do IFRR que acolhe”, disse Marilda.

Ela acrescenta que tais ações são importantes para a troca de saberes e aperfeiçoamento profissional. “Os estudantes e egressos atuaram diretamente em campo, colocando em prática todos os conhecimentos construídos no curso e/ou experiências do mundo do trabalho”, explicou.

Organizada pela Associação de Travestis, Transexuais e Transgêneros do Estado de Roraima (Aterr), a ação contou com vasta programação, que incluiu gratuitamente testagem rápida de fluido oral para HIV; testagem rápida para outras ISTs; aferimento de pressão arterial; teste de glicemia; palestras sobre saúde mental e inclusão social; orientações sobre empregabilidade; prevenção combinada; cadastro único e benefícios de proteção social, entre outros serviços na área da saúde e da educação, como princípio para sensibilização diante da luta contra a homofobia.

A diretora financeira da Aterr, Rebecka Marinho de Souza, afirma que o Dia Internacional contra a Homofobia representa um marco para toda a população LGBTQIA+. “Em alusão a essa data, a Organização Mundial de Saúde (OMS) orientou a exclusão do termo homossexualismo e passou a utilizar o termo sexualidade. Então, a partir de então, reforçamos essa vitória, sensibilizando e disseminando para a comunidade em geral de que forma nós gostamos de ser chamadas, além de buscar sempre trabalhar em parceria com instituições públicas, privadas e organizações nacionais e internacionais, somando forças, mostrando, assim, para a sociedade que precisamos quebrar o preconceito, a discriminação e os estigmas contra a população LGBTQIA+”, disse.

 Ação conjunta – Além do CBV e da Aterr, participaram da ação a Secretaria Municipal de Saúde de Pacaraima, a equipe do Programa das Nações Unidas de Combate à Aids (Unaids), a Prefeitura Municipal de Pacaraima, a Organização Internacional do Trabalho (OIT), o Centro de Referência da Assistência Social (Cras), o Centro de Referência Especializado de Assistência Social, a Agência da Onu para Refugiados (Acnur), a Defensoria Pública de Roraima, a Coordenação Municipal e Estadual de IST/Aids e o Ministério Público do Estado de Roraima (MPE).

 

Virginia Albuquerque
CCS/Campus Boa Vista
23/5/22