NOTA 4 - Gestores comemoram resultado da avaliação do Curso de Licenciatura em Matemática EAD

por Virginia publicado 06/04/2022 09h29, última modificação 06/04/2022 09h29
Conforme o relatório final da visita, toda a documentação necessária para a avaliação foi disponibilizada na nuvem compartilhada, de forma minimamente organizada, considerando as três dimensões da avaliação, com variedade suficiente de evidências, facilitando o trabalho da comissão avaliadora.

O curso de Licenciatura em Matemática na modalidade de Educação a Distância (EAD) ofertado pelo Campus Boa Vista do Instituto Federal de Roraima (CBV/IFRR) recebeu nota 4 em recente avaliação de renovação de reconhecimento, realizada de forma on-line, no período de 28 a 30 de março, pelo Ministério da Educação (MEC).

Esse resultado está sendo bastante comemorado pelo grupo gestor do CBV, em especial pelos integrantes do Departamento de Educação a Distância (Dead), responsável pela implementação dos cursos em EAD na unidade.

Para o diretor do Dead, professor Tomás Armando Del Pozo Hernandez, foi um resultado bastante satisfatório. “Estamos muito felizes com o resultado da avaliação desse curso, que começou em 2017, com a oferta em cinco municípios do estado, formando um total de 68 alunos. O resultado, além de ser muito positivo, nos mostra que estamos no caminho certo. Nos esforçamos para atender a todas as exigências feitas pelo MEC e logramos êxito. Sabemos que muito ainda temos a melhorar, mas a avaliação nos dá cada vez mais motivação para continuar buscando a excelência em nossos cursos a distância, bem como novas ofertas que atendam às demandas da sociedade”, disse.

Segundo a diretora-geral do CBV, professora Joseane Cortez, esse resultado representa mais um passo para a consolidação da modalidade de Educação a Distância na instituição. “O ótimo resultado reflete o fortalecimento da EAD no CBV, como possibilidade de formação para todos os que almejam a continuidade de sua formação. Essa nota serve de incentivo ao aprimoramento da modalidade. Nossa gratidão à equipe da EAD, aos colaboradores externos, e, em especial, aos nossos egressos, sejam da capital, sejam do interior, que sempre acreditaram e validaram o trabalho do Campus Boa Vista e do IFRR, como uma instituição de excelência no Estado de Roraima”, afirmou.

Avaliação – Alguns aspectos fundamentais são considerados na avaliação, como a organização didático-pedagógica, a qualificação do corpo docente e a infraestrutura do curso.

Foi a primeira vez que uma avaliação para renovação de reconhecimento foi realizada de maneira virtual no IFRR, o que representou um desafio para a equipe gestora do CBV, considerando, principalmente, a instabilidade da conexão à internet em Roraima, caracterizada por constantes interrupções, devido à quebra dos cabos de fibra ótica. Mas, apesar dos riscos, as reuniões ocorreram dentro do planejado.

Composta pelos professores Marilda Fatima de Souza da Silva e Cláudio Roberto Gomes, a comissão concluiu que a agenda definida por ela, em conjunto com o CBV/IFRR, foi plenamente cumprida. Conforme o relatório final da visita, toda a documentação necessária para a avaliação foi disponibilizada na nuvem compartilhada, de forma minimamente organizada, considerando as três dimensões da avaliação, com variedade suficiente de evidências, facilitando o trabalho da comissão avaliadora. A geolocalização on-line, uma espécie de tour virtual pela instituição, permitiu uma visita a todos os locais necessários para a avaliação da infraestrutura disponível para o atendimento da dimensão 3, do instrumento de avaliação. Embora não tenha sido realizada uma reunião formal com os estudantes, por meio da documentação disponibilizada, inclusive fotos, foi possível verificar que a instituição tem atendido ao seu PPC no que tange à formação de um professor licenciado em Matemática.

A comissão fez questão de destacar uma ação inovadora do IFRR relacionada à promoção do aluno no curso, principalmente neste período da pandemia de covid-19: a instituição, mediante caução, emprestou laptops e tablets para alunos impossibilitados de chegar até o polo presencial e/ou acompanhar e participar de atividades on-line síncronas ou assíncronas. Isso, portanto, foi um diferencial que contribuiu para o resultado obtido.

 

Virginia Albuquerque
CCS/Campus Boa Vista
6/4/22